Bach or White (ou: um momento com o Cafa Sorridente)

Boa noite

Boa noite

Boa noite pessoal. Como vão?
Esse blog tá começando a ficar igual à um diário. 1 post per dia.
O conceito de blog nos tempos idos da internet, era a de ser uma espécie de diário de caderninho de desconhecidos. O apelo era justamente percrustar a intimidade de uma pessoa qualquer, logo de todos.
Afinal, que tem diário de caderninho é adolescente de filme americano, ou o Kurt Cobain. Pessoas interessantes por definição.
Kurt Cobain

Kurt Cobain

Pois é. Isso foi no começo da internet no brasil. Alias, nem foi no começo. O começo eu nem peguei, só a turma mais velha que eu. Era o mirc a primeira onda né? Pois é, eu cheguei depóis, lá por 1997. A primeira transa louca era ir no chat do Jornal Tribuna. Naquele tempo a conexão era bem devagar. Demorava a beça. E quando a gente ligava a net, o barulho que fazia era um inhó, inhó, inhó. Tinha muito da linha estar ocupada. Eu passei muito tempo esperando a conexão entrar. noites.
Meu primeiro pc

Meu primeiro pc

A gente fazia assim: Sexta era minha noite de passar na net, sábado meu irmão. Eramos muito jovens. Os principais sites que eu ia era de videogames, e outras bobagens. O primeiro site de sexo que eu entrei, eu achei pelo “cadê”. Era um site pessoal com algumas fotos de celebridades. Coisa inocente.
O tempo foi passando indo. Alguns anos antes eu passei o reveilon assistindo ‘Star Wars – Nova Esperança’, quando cheguei em casa da praia. Teve bonita queima de fogos de artifício. Lembro claramente das lanternas, feitas de garrafas de vinho barato e vela branca, enterradas na areia. Um mar de pequenas luzes amarelas. Muito capricho, que no dia seguinte ia deixar uma feia sujeira, um cheiro grosso de fumaça.
1996

1996

O tempo foi passando, e várias tardes quentes se foram. o suor pesa na pele. imagino que várias litros de suor são expelidos de nossas glândulas sudoripteras (existe isso?) todos os dias.
A espera pelo sucesso é muito presente na nossa sociedade. Mas pra cada pessoa que se dá bem, vão muitas que alhures à bonança alheia, metem-se em espessas nuvens de gemidos.
Pois é people people. É o capitalismo. É o comunismo. É culpa do Lulla.
Já são 9 e meia. Dia desses atrás eu ouvi reclamações que esse blog andava muito confuso. Não estou conseguindo causar motivos que causem a mudança dessa opnião da massa.
Pelo menos, posso tentar conquistar seu voto, através do aspecto visual. Desafio a todos a citarem um site na internet com uma coleção melhor de bonitas imagens. Visualmente esse blog é um show. porém, seu autor é um tanto bipolar.
"Meu adorável bipolar"

Capa do filme: Meu adorável Bipolar

Pois bem. Espero que esteje sendo um passeio divertido.

Away
Anúncios

~ por cafasorridente em outubro 29, 2008.

2 Respostas to “Bach or White (ou: um momento com o Cafa Sorridente)”

  1. hahahaha lulu, você é o cara!
    abraço

  2. fiz uma retrospectiva da minha vida social lendo esse post! que triste isso, não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: