A Brigitte Bardot está ficando velha (ela envelheceu antes de nossos sonhos)

moebiusgalactus

Vivo me arrependendo de ter feito jornalismo. Na época do vestibular, minha idéia era ser um crítico de arte (ou gastronomico) daqueles bem malvados, com poder de vida e morte sobre meus criticados. No meio do caminho eu ia ganhar vários agradinhos em troca de uma resenha elogiosa. Nada de muito dinheiro, mas só o fato de ser lido e respeitado ia ser o must.

Após quatro anos de risadas, festas, vícios e diversões formei-me um jornalista pouco formatado para o tal do mercado. Logo bateu um arrependimento aqui, outro ali. Mas de todo modo tá dando pra levar a vida. Mas que percebo que o jornalismo não é lá muito minha transa, vez em quando eu percebo. Comentário recorrente era que deveria ter me enfrunhado na publicidade, gosto de mkt coisa e tal, tal e coisa. Mas como minha barra é escrever, mando tudo as favas, e fico feliz de ser um bacharel em comunicação com habilitação em jornalismo.

O preambulo acima foi um prólogo para uma série de polêmicas afirmações que planejava fazer. Várias delas se tratavam do namoro do cantor e barbudão Marcelo Camelo com a neo ninfeta Mallu Magalhães. Outros diziam que se eu arrumasse uma namorada 14 anos mais nova, possivelmente a cana teria motivos para me pegar de pau de novo…

Marcelo Camelo

Marcelo Camelo em pose sensual, fotografada por Malluzete

Porém tive um final de semana dificil e estou com minha sensibilidade cheia de frescuras. Logo, evitarei de tocar em temas que colocam a noção de humanidade de todos nós em cheque. Irei então apenas separar lindos e frescos versos de alguns poetas e musicos surrealistas brasilenhos, que nos enchem de amor nesses conturbados tempos.

A canaaaaaa? Aqueles filha da puta? Como eles foram me achar aqui? E agora, como é que eu vou fuder com o Batiman?

A canaaaaaa? Aqueles filha da puta? Como eles foram me achar aqui? E agora, como é que eu vou fuder com o Batiman?

O primeiro é o do Tom Zé, supra citado no titulo desse post. Nem vou ficar repetindo-o. Que coisa bela esse verso. Que coisa linda! Meu amor, eu quero viver assim a vida inteira. Linhas tão belas que eu quase animava de ser minha filosofia de vida. Se eu já não tivesse uma.

(Me ocorreu que semana passada, eu falei e falei e falei sobre zumbis e Resident Evil e não postei uma imagem do grande jogo. faço-o agora.)

Resident Evil 01, da Capcom - 1996

Resident Evil 01, da Capcom - 1996

O outro verso que faço questão de deixar martelando em vossas lindas cabeçinhas é o Grão Mestre Jorge Mautner, do disco “Pra iluminar a cidade (1973)”, a canção é “Sapo Cururu”. Ponho até o link, de tão fino que é o cd: http://www.badongo.com/file/7345238 (o link tá certo e testado).

“Esse sapo cururu, não anda de bicicleta,

mas ele anda dizendo que a lua é careca

se a lua fosse careca, ela usava cabeleira

mas como é bonita a bandeira brasileira”

Após esse lindissímo verso, me despeço. Mas antes deixo com vocês um vídeo do esquisito, que explica muito de como a Terra Brasílis é vista no exterior. Não é pandega não, clique aqui, e veja. Colaboração do Senhor Cadelão.

A Brigite Bardot está ficando velha, mas a Barbarella era uma gatinha...

A Brigite Bardot está ficando velha, mas a Barbarella era uma gatinha...

Away, e até a volta. Atividades reiniciadas normalmente

~ por cafasorridente em novembro 24, 2008.

2 Respostas to “A Brigitte Bardot está ficando velha (ela envelheceu antes de nossos sonhos)”

  1. Barbarela é feita por Jane Fonda e não Brigite Bardot

  2. a BB emBalou o meus sonhos de infancia e adolescência!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: